IN COSA CREDE CHI NON CREDE?

February 2, 2019

 

Em seu livro, Em que creem os que não creem?, o filósofo e escritor Umberto Eco debate com o cardeal Carlo Maria Martini questões fundamentais do comportamento e da cultura que de polêmicas talvez tenham deixado de figurar entre as reflexões de nossa época.

Umberto Eco compara as catástrofes ambientais dos fins do milênio passado à tragédia do fim postulada no Apocalipse de João, do Novo Testamento. E ainda concorda com seu interlocutor com que em vez de cristãos, são justamente os laicos que temem e se agitam mais em torno da ideia de apocalipse. Por sua vez, os cristãos leem o livro mais como fonte de meditação do que de temor.

De sua parte, o cardeal afirma de modo nada metafísico, acentuando o caráter humano de “quem está com a pena na mão”, neste caso, o apóstolo João, defendendo os oprimidos de uma época, suscitando-os à luta, que faria cair os inimigos, e prometendo sua bem-aventurança final.

Matéria premente é a do aborto, nos dias que correm. E o filósofo, adiantando-se à travessia do milênio, quis saber do príncipe da Igreja o que aquele pensaria a propósito da interrupção da gravidez. Ao indagar quando tem início a vida humana.

Em sua réplica categórica, ao colocar a alma acima da vida física e psíquica, em termos de valor para a Igreja, o cardeal Martini, cita algumas passagens nos evangelhos, com o fito de defender essa premissa. Para, no fim das contas, concluir que “é a partir da concepção que nasce, de fato, um ser novo”.

Eco questiona ainda o cardeal sobre os padres que querem se casar e sobre os chamados “homossexuais” querendo ser reconhecidos pela Igreja. Termina a indagação importantíssima para nossa época com a dúvida em torno da mulher não poder ser sacerdotisa na Igreja e seus motivos.

O Cardeal Carlo Maria Martini já no título de sua nobre resposta informa que a Igreja não está para satisfazer expectativas, mas para celebrar mistérios, que têm a história envolvendo o Filho de Deus nascido de uma mulher, história que “deve servir de exemplo”.

Existe no fim do debate uma indagação que admiramos por controversa e que parte do próprio cardeal: Onde o laico encontra a luz do bem?

Fica para os leitores do Pedra de Toque responder esta pergunta, seja à luz da leitura do livro, Em que creem os que não creem?, ou com as reflexões que esta postagem introduz.

 

[In: Em que creem os que não creem. Umberto Eco e Carlo Maria Martini: Tradução de Eliana Aguiar – 4ª Ed. Rio de Janeiro. Record, 2000.]

Please reload

Our Recent Posts

O GRANDE POETA EM NOME DA VIDA!

November 4, 2019

VILÃS E VILÕES!

October 23, 2019

Arthur de Lacerda e a Civilização Desnuda

September 1, 2019

1/1
Please reload

Tags

Please reload

 

©2018 by Pedra de Toque. Proudly created with Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now